9 de set de 2014

Prefácio do livro "Reflexões Filosóficas" do escritor Rogério Corrêa



O que faz um Filósofo? Essa foi uma pergunta que passei a  me fazer depois que conheci o primeiro Filósofo de carreira. Sim, de carreira, porque Filósofos do senso comum todos somos. Porém, o Filósofo de carreira segue uma lógica de pensamento mais lapidada; possui o acuro da academia, a chancela do labor, as marcas impressas pelo exercício contínuo do pensar, observar, questionar.
As três principais ferramentas do trabalho do Filósofo são, portanto, o pensamento, a observação e o questionamento. Além de tudo isso, o Filósofo estuda muito, alguns ensinam e ainda escrevem.
Este livro, Reflexões Filosóficas, é o resultado de um desses grandes trabalhos que surgiram “além de tudo isso” da mente e das mãos de um grande Filósofo. Rogério Corrêa atesta, pela escrita, como ser Filósofo é uma das formações mais essenciais já desenvolvidas. Leva a própria sociedade a compreender como funciona, quem ela é, para que é, por que é, mesmo que não se tenha notícia de que alguém tenha encontrado resposta, ou se a encontrou satisfatória, mas pelo menos indica ao ser humano o caminho para fora do acomodamento, quando insiste no dever de se questionar.
Nos anos de 1980 quem ingressava à Filosofia ou era dado à religião ou socialmente tachado de louco. Ouvir pensamentos filosóficos, ler Filosofia então! , era coisa sem futuro, era se enquadrar no grupo dos lunáticos. Graças a felizes convergências, esse pensamento tem mudado.
Devemos aos “loucos” Filósofos, parte substancial dos bons discernimentos, das boas opções feitas cotidianamente. A arte de filosofar é muito antiga e, por isso, todos temos um bom pensamento filosófico a mão, seja de nossa autoria, seja de outrem. 
Rogério Corrêa nasceu em Minas Gerais, na cidade de Coromandel, contudo considera ser natural de Vazante, pois viveu quase duas décadas naquele lindo e próspero município. E é possível que lá em Vazante, ele cause o mesmo efeito que o profeta em sua terra, claro que não é por ser prata da casa, mas por ser corriqueiro vê-lo por ali, no apego a cidade, apreciando-a, filosofando e escrevendo sobre Filosofia e carros de bois...
Corrêa é novidade apenas como autor de livros, pois já escreve há anos e publica em sites, revistas e jornais. Este seu primeiro livro se inicia com um importante estudo de caso da cidade de Vazante. Ela não poderia ficar de lado. Na sequência, outros artigos que levarão o leitor a refletir juntamente com o autor. Rogério Corrêa, com esta bela obra, compacta conteúdos importantes para pesquisas em assuntos bastante diversos como ética, política e até sobre alma e felicidade. É um dos grandes mineiros que Brasília tem o privilégio de ter como morador; um Filósofo escritor que tem ainda muitas de suas reflexões para dividir com o público. 
Maria Montillarez é escritora romancista 


Para continuar lendo  acesse um dos links abaixo:

AMAZON 

Boa leitura,

www.iceib.com.br
 


           

Nenhum comentário:

Postar um comentário