17 de mar de 2015

COLAR DE PÉROLAS – livro de Maria Montillarez

Sinopse do livro Colar de Pérolas, de Maria Montillarez:

Esta obra é resultado de equilíbrio de ideias e de intensa organização lógica, cronologicamente elaborada, mas, nem por isso, linear. A linearidade não pode ser esperada de Maria Montillarez. Para ela, cada palavra dirigida ao público exigente é responsabilidade de altíssimo grau. [...] Ela nos reservou esta joia como se reserva o
vinho de boa safra: para ocasiões especiais, como aquela em que ela se sentiu ensandecida o bastante. Esse espetáculo de insanidade de Maria Montillarez requer meu pedido de agradecimento como seu leitor, e deixo meu conselho: enlouqueça mais vezes; você pode. A escritora de Colar de Pérolas ? Maria Montillarez ? é uma guerreira de boa cepa, pois só uma walkíria dos trópicos (posto que Maria tem a pele cor-de-jambo das Iracemas, de José de Alencar) poderia encontrar tempo e disposição entre os afazeres de empresária, esposa e mãe, para se dedicar ao mister da Literatura. Neste seu romance, a autora, por intermédio de suas personagens principais Lucinda da Consolação de Gusmão e Ligiana Cortês García, investe contra determinados valores da sociedade, questionáveis sob sua ótica, e lhes declara guerra. Durante a trajetória de Lucinda e Lígia, a história vai se adensando; se entrelaçando, na medida em que outros personagens se incorporam, compondo com suas personalidades, as joias que irão formar o Colar de Pérolas (humanas) com o fabuloso Pingente ? título honorífico dado a Lígia por Lucinda. Ao penetrar o labirinto das paixões que vão envolvendo a própria Lucinda, bem como aos seus companheiros de jornada, a irmã Conceição, Klaus K, Maria Lis, Sílvia, Mauro, Vincent, Andrey, Roberto Eduardo, demais transeuntes e sua Pérola-mor, a colariana (amiga) Ligiana, de quem Lucinda suprime o nome para somente Lígia, é trazido à tona e desvendado aos leitores as nuanças e diferenças das personalidades que enobrecem e/ou amesquinham o ser humano, incluindo aí as das protagonistas. Neste laborioso exercício, Maria Montillarez se firma como incansável escritora que encontrará bem cedo seu lugar de destaque junto à constelação de autores brasilienses.


 (Yves Hublet é escritor e teatrólogo
Brasília, novembro/2006.)

O livro está disponível nas principais livrarias. Para continuar lendo acesse um dos links abaixo e escolha o seu:


Boa leitura,

Maria Montillarez

Nenhum comentário:

Postar um comentário